Estância Ecológica Sesc Tepequém

Natureza, lazer, biodiversidade e conforto. A combinação destes elementos representam a experiência na Estância Ecológica Sesc Tepequém, atualmente um dos maiores polos turísticos do estado – localizada no município de Amajari, a 210km da capital Boa Vista. Situada em uma região privilegiada com cachoeiras e biodiversidade incomparável, integra uma reserva ecológica certificada como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

Este ambiente propicia a prática de Observação de Aves, atividade que vem ganhando o mercado turístico local. A Pedra do Índio, localizada na subida da Serra do Tepequém é uma das marcas registradas da região. A escultura, moldada pela Mãe Natureza, é um dos símbolos que mais representa a Estância Ecológica Sesc Tepequém, construída logo em frente deste monumento natural. A cultura local está representada nas peças de artesanato de pedra de sabão vendidas na cidade.

São 24 apartamentos, com capacidade para atender 83 hóspedes confortavelmente, além de restaurante, piscina natural, sala de jogos, área esportiva e estacionamento com 24 vagas. Todos os apartamentos, distribuídos em 2 pisos, possibilitam ao hóspede pleno conforto, dispondo de janelas com telas, quartos climatizados, frigobar, cofre individual, closet, chuveiro elétrico, e wi-fi. Dispõe ainda de um (1) apartamento adaptado para pessoa com deficiência (PCD).

Reservas
EXCLUSIVAMENTE e SOMENTE no site.
Dúvidas e mais informações: (95) 3212-2800 – CRC Sede Administrativa

Clique aqui e acesse a Política de hospedagem

Clique aqui e acesse as Orientações de prevenção e Combate ao Coronavírus na Estância Ecológica Sesc Tepequém.

Como chegar – Para chegar à Estância Ecológica Sesc Tepequém, o turista deve pegar a BR-174, sentido Venezuela, até o km 102 na Comunidade Três Corações. A partir dali, percorre 58 quilômetros pela RR-203, até a Vila Brasil, sede do município de Amajari. Depois disso, são mais 48 quilômetros até a estância. Todo o percurso está asfaltado.

Cuidados – Os motoristas devem ter atenção redobrada a partir da RR-203, pois não é difícil avistar animais como tamanduás, gados, jabutis, além de aves como gaviões, garças e outros pequenos voadores;importante lembrar que é preciso estar com o carro em perfeitas condições. São cerca de 4 quilômetros ladeira acima, com muitas curvas e o agravante de algumas abismos laterais, respeitando sempre os limites de velocidade.