"A Escola Sesc nos deu potencial para alcançar nossos sonhos", diz aluno aprovado em vestibular da UFRR

       João Lucas, de 18 anos, foi aprovado em História na Universidade Federal de Roraima (UFRR), e disse que a licenciatura era um sonho desde a infância. “Boa parte da minha família é formada por professores e isso sempre me inspirou, queria seguir o mesmo caminho”, disse o aluno.

O atual universitário disse que a escola eleva o potencial de cada um e investe nos alunos para conquistarem os seus sonhos. “O Sesc nos prepara para que possamos entrar com maiores chances nas universidades, a escola nos dá total suporte para alcançar nossos objetivos, o meu era História. Estou  muito feliz pela conquista”, comemorou.

De acordo com Vanessa Pinheiro, gerente de educação da Escola Sesc, a aprovação é um retorno de um investimento que os pais e a escola fazem com alunos para a tão sonhada graduação, e isso é o resultado da dedicação dos alunos e da equipe pedagógica. "Acreditamos que este resultado só eleva o trabalho que fazemos com tanta seriedade, assim podemos constatar que o nosso desempenho gera um efeito positivo na vida dos alunos", declarou.

No decorrer do ano letivo, os estudantes participaram de aulas integrais e preparatórias para o vestibular. Além disso, a escola disponibilizou cursos e oficinas durante parte do dia, para que o conhecimento fosse além da sala de aula.

Vitória Eduarda, foi aprovada em duas graduações de instituições públicas, para engenharia civil e ciências contábeis. A universitária contou que sempre teve o apoio dos familiares, e apesar de muitas dúvidas, conseguiu escolher o curso com apoio dos professores e encontrou a graduação que mais se encaixava em seu perfil.

De acordo com a aluna, para conquistar a aprovação foi necessário disciplina e planejamento. "Por conta do esforço, optei por engenharia civil, e a sensação de dever cumprido foi ótima, pois durante o ensino médio a gente abdica de várias coisas para estudar mais”, apontou.

  Para Vitória, o corpo docente foi fundamental. “Eles não eram apenas professores, foram verdadeiros pais para nós. Passamos muito tempo na escola, então tivemos uma rotina com conselhos, apoio, risadas e choro. Mas no final tudo se resolvia com calma e paciência, coisa que sempre encontrei em todos os educadores".

O Centro de Educação Sesc tem a satisfação de ver os alunos seguindo seus sonhos e deseja boa sorte nesta próxima etapa acadêmica e profissional que se inicia na vida de cada estudante.

 

Confira a lista dos aprovados 2018:

1. Halan Victor - Engenharia Civil - UFRR, Matemática - UFRR, Ciências Contábeis - UERR;

2. Cristiano Pena - Engenharia Civil - Estácio, Engenharia Florestal - UERR, Agronomia - UFRR;

3. Yuri Greco - Educação Física - IFRR e UERR, Geografia - UFRR;

4. Wdson Brito - Engenharia Florestal - UERR, Engenharia Civil - UFRR, Engenharia Química - UFSC;

5. Maria Aldemira - Administração - UFRR;

6. Stephanie Vieira - Zootecnia - UFRR;

7. Anny Vitória - Contabilidade - UFRR;

8.  Lucas Moraes - Matemática UERR e UFRR;

9.  Saymon Gabriel - Ciências da Computação - UERR;

10. Gustavo Pimentel - Ciências da Computação - UERR;

11. Luiz Eduardo - Ciências Contábeis - UERR;

12. Kalyssa Lucena - Ciências Biológicas - IFRR;

13. Vitória Lucena - Ciências Contábeis  - UERR, Engenharia Civil - IFAM;

14. José de Castro - Educação Física - UERR;

15. João Lucas - História - UFRR;

16. Lara Rodrigues - Engenharia de Petróleo - UFERSA;

17. Paulo Drummond - Engenharia Civil - Estácio, Matemática - IFRR e Educação física - UERR;

18. Matheus Carneiro - Direito - Estácio, Direito e Geografia - UFRR;

19. Yolanda Pinheiro - Ciências Biológicas - UFRR;

20. Victória Matos Rêgo - Enfermagem - UERR; e

21. Luiz Victor - Física -UFRR.

No Dia Internacional da Síndrome de Down, colaborador do Sesc conta sua experiência de trabalho

Rafael Cordovil Barbosa, de 25 anos, é colaborador do setor administrativo do Sesc. Ele afirma que a deficiência não foi motivo para limitações em sua vida. "As pessoas precisam compreender que nós conseguimos realizar as tarefas", pontuou.

O jovem que foi admitido em maio de 2018, estudou na Escola Sesc durante toda a sua vida acadêmica, e após a conclusão dos estudos, foi contratado para trabalhar na Formação Continuada, setor administrativo do Sesc. Entretanto, por seu bom desempenho de funções, acaba sendo solicitado para ajudar em outros setores.

'Rafa', como é conhecido por todos, afirma gostar muito do que faz. “É muito tranquilo, levo e corto papeis, auxilio nas capacitações internas, e ajudo as pessoas dos demais setores”, contou. Ele aponta que tem facilidade de aprender, e por isso fica feliz por ajudar diversos setores da instituição. 

Quando questionado sobre o Dia Internacional da Síndrome de Down, afirma que ter um cromossomo a mais não impede ninguém de atuar no mercado de trabalho. "Temos sim condições de trabalhar, e é importante ter este espaço", disse.

Ele mora com a mãe e três irmãos. Um deles, é o caçula, Miguel. É seu fiel companheiro em atividades culturais, uma das paixões de Rafael. Dentre elas estão as aulas de violão e teclado. Além da música, ele ama esportes, como o box, futebol e vôlei, sendo este o favorito.

Os colegas de trabalho apontam que o auxiliar administrativo tem uma marca registrada: os abraços. Bruna Alves, colaboradora do recursos humanos, conta que a presença de Rafael alegra a sala e o cotidiano dos servidores. “Sempre estamos focados em questões burocráticas e em coisas que precisam de bastante atenção, então quando o Rafa chega na sala, ele acaba trazendo a felicidade e esse contato amoroso com a gente”, afirmou.

Dia Internacional da Síndrome de Down - De acordo com o site do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, o Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, faz alusão aos 3 cromossomos no par número 21, característico das pessoas com Síndrome de Down. A data está no calendário oficial da Organização das Nações Unidas (ONU), sendo comemorado pelos 193 países-membros da ONU e tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da luta pelos direitos igualitários.

 

Inscrições abertas para I Seminário de Arte Contemporânea Poética, Arte-educação e Intercâmbio em Artes Visuais

O Sesc Roraima, em parceria com o curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Roraima - UFRR, realizará nos dias 3, 4, 5 e 6 de abril, o I Seminário de Arte Contemporânea Poética, Arte-educação e Intercâmbio em Artes Visuais. A participação no evento é gratuita, mediante inscrição e as vagas são limitadas. Os interessados em participar do Seminário devem se inscrever até o dia 29 de março pelo link https://bit.ly/2F6oH8L.

Na programação do evento estão cursos de capacitação, oficinas e mesas redondas com profissionais das artes visuais de reconhecimento nacional e ao final, a abertura da exposição 'Carybé Ilustra Jorge Amado: O Compadre Ogum'. As inscrições em oficinas serão feitas no momento do credenciamento. Para mais informações, entrar em contato com o Núcleo de Cultura do Sesc Roraima no número (95) 3212-2800.

Voltado para estudantes, professores e educadores, o Seminário de Arte Contemporânea se apresenta como um espaço para formação e capacitação daqueles interessados em atuar no campo das artes visuais, bem como da mediação educacional e cultural. 

O Técnico de Cultura do Sesc, Rafael Pinto, conta que a ideia do evento surgiu de um diagnóstico feito em parceria com o Departamento Nacional do Sesc, sobre a cena de artes visuais de Roraima. De acordo com ele, foi constatada a necessidade de um espaço para aperfeiçoamento de artistas e educadores da área. "Nosso objetivo é dar subsídios práticos para que esses profissionais possam desenvolver seus trabalhos e apresentar o Sesc como uma instituição aberta e disposta a recebê-los", afirmou.

De acordo com a professora de arte moderna, contemporânea e fotografia do curso de Artes Visuais da UFRR, Eli Macuxi, a parceria com o Sesc Roraima é fundamental para unir o público e gerar oportunidades para aqueles que procuram trabalhar na área. "Ainda existe um déficit de educadores de artes na educação básica, e ações que visem trazer novos espaços de discussão e ampliação da compreensão sobre as diversas facetas do mundo das artes vão beneficiar a formação, tanto dos professores de artes quanto de um público, que passará a fluir melhor nas produções artísticas", apontou.

EXPOSIÇÃO CARYBÉ ILUSTRA JORGE AMADO - Ao final do evento, no dia 6, a partir das 20h, será aberta para visitação a exposição 'Carybé ilustra Jorge Amado: O Compadre de Ogum', na galeria de artes Franco Melchiorri do Centro de Atividades (Sesc Mecejana). Composto por 30 peças, o conjunto de serigrafias foi produzido para a abertura do especial realizado pela TV Globo, de adaptação do O Compadre de Ogum, segunda parte do romance Os pastores da noite de Jorge Amado, em 1997. As obras foram feitas com o intuito de estimular a leitura, pesquisa e discussão sobre a literatura brasileira, em especial a de Jorge Amado, que retrata os processos de formação da sociedade, valorizando as várias etnias responsáveis pela multiplicidade cultural no Brasil.

 

Julio Páride Bernabó, conhecido como Carybé foi pintor, gravador, desenhista, ilustrador, ceramista, escultor, pesquisador, historiador e jornalista argentino, naturalizado brasileiro que viveu no país até sua morte, em 1997. Conhecido pelo ritmo, movimento e surpresa em suas pinturas, Carybé traz à tona o experimentalismo, que une a serenidade das obras clássicas à multiplicidade de sugestões e o descompromisso do esboço.

A exposição ficará aberta para visitação até o dia 06 de maio, de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 14h às 18h, com entrada gratuita. Escolas e instituições que desejarem agendar visita mediada, devem entrar em contato com a coordenação de cultura do Sesc pelo telefone 3212-2800.

 

Confira a programação:

03/04 - Local: Universidade Federal de Roraima - Bloco 1

• 18h: Credenciamento 

• 18h30: Abertura do seminário 

• 19h às 21h30: início do curso de formação com turmas para artistas, professores e mediadores - Universidade Federal de Roraima – Bloco I – Artes Visuais

 

04/04 - Local: Universidade Federal de Roraima - Bloco 1

• 14h às 17h: Oficinas 

• 17h: Coffe break 

• 18h às 21h.: curso de formação para artistas,professores e mediadores 

 

05/04 - Local: Universidade Federal de Roraima - Bloco 1

• 14h às 17h: Oficinas 

• 17h: Coffe break 

• 18h às 21h: curso de formação para artistas, professores e mediadores 

 

06/04 - Local: Centro de Atividades Sesc Mecejana – Galeria de Artes Franco Melchiorri

• 18h às 20h: Mesa redonda - Tema: Poética, Arte-educação e Intercâmbio em Artes Visuais: as microresistências da arte diante da onda conservadora.

• Debatedores: Divino Sobral (GO), Gleyce Heitor (PE) e Dr. Jose Bezerra De Brito Neto (PE)

• Mediador: Luís Muller Posca (SP)

• 20h: Abertura da exposição da Coleção Arte Sesc 'Carybé ilustra Jorge Amado' e coquetel. 

 

RECENTES

16
Ago2019
Jovem roraimense é selecionado para circuito 'Arte da Palavra' 2020
14
Ago2019
Exposição artística 'Piatai Datai' dá foco às singularidades indígenas
13
Ago2019
Inscrições abertas para etapa Boa Vista do Festival Literário
12
Ago2019
Sesc Amazônia das Artes - segunda semana traz mostra de filmes, show musical e recital
06
Ago2019
Sesc realiza palestra sobre turismo comunitário em Roraima
05
Ago2019
Sonora Brasil abre espaço para música feminina e indígena