Aprenda como utilizar integralmente os alimentos com receitas do Mesa Brasil

 

Já pensou em fazer um bolo utilizando as cascas da banana? Pois é, o Mesa Brasil tem um programa de aproveitamento integral de alimentos, assim evita que toneladas sejam desperdiçadas.

Com um pouco de criatividade, é possível contribuir para que a quantidade de alimentos destinados ao lixo diminua, e com receitas deliciosas. Feitas com cascas, talos, folhas, sementes e outros alimentos que não são constantemente utilizados. Aqui vão algumas dessas receitas para que você também abrace a causa e combata o desperdício:

Assado de cascas de chuchu

Ingredientes

4 xícaras de chá de cascas de chuchu, bem lavadas, picadas e cozidas

2 colheres de sopa de queijo ralado

1 xícara de chá de pão amanhecido molhado na água ou no leite.

1 cebola pequena

1 colher de sopa de óleo

2 ovos inteiros batidos

Sal a gosto

Modo de Preparo:  Bater as cascas no liquidificador, depois colocar a massa obtida em uma tigela e misturar o restante dos ingredientes. Untar um pirex ou uma forma com óleo ou margarina. Despejar a massa e levar para assar até que esteja dourada. Servir quente ou frio. Esta receita pode ser enriquecida, juntando à massa uma lata de sardinha desfiada.

Observação: também podem ser utilizadas as cascas de outras verduras e legumes, como cenoura, abóbora, rabanete, beterraba, nabo ou talos de agrião, couve, brócolis etc.

Bolo de casca de banana

Ingredientes

2 xícaras (chá) de casca de banana madura

4 gemas • 4 claras em neve

2 1/2 xícaras (chá) de açúcar

3 xícaras (chá) de farinha de trigo

5 colheres (sopa) rasas de margarina

2 colheres (sopa) de fermento em pó

Canela em pó para polvilhar

Modo de Preparo: Bater no liquidificador as cascas de banana com 1/2 xícara (chá) de água e reservar. Na batedeira, colocar a margarina, a gema e o açúcar, batendo até ficar uma massa homogênea. Misturar as cascas de banana batidas, a farinha e o fermento, e por último, colocar as claras em neve, polvilhando com a canela antes de ir ao forno. Levar ao forno em forma untada. Assar durante 30 a 35 minutos.

Salada de casca de melancia

Ingredientes:

03 xícaras de entre casca de melancia cortada em cubos médios

02 xícaras pepino sem sementes em cubos médios

02 laranjas maduras

02 unidades de suco de limão

Sal a gosto

03 colheres azeite de oliva

Pimenta em pó a gosto

10 unidades maxixe corte em cubos médios

Folhas de manjericão picada a gosto

Modo de preparar: Raspe o maxixe, lave, corte em rodelas bem finas, coloque para cozinhar no vapor, retire do fogo, reserve. Coloque num recipiente a entre casca da melancia, cortada em cubos médios e o pepino.Retire o supreme (apenas os gomos) da laranja. Acrescente o maxixe cozido e frio. Depois, coloque num recipiente o suco de limão, sal, pimenta em pó, azeite de oliva e manjericão picado, misture bem e reserve. Confirme o sabor do molho e despeje no refratário onde está o pepino, a entre casca de melancia e o restante dos ingredientes.

Mamão verde

Ingredientes:

01 unidade de alho picado

½ unidade cebola picada

01 unidade mamão verde

10 unidades de maxixe bem verdinho

02 maços de feijão de corda verde

02 cenouras

Sal a gosto

Pimenta em pó a gosto

Azeite de oliva a gosto

Cheiro verde picado a gosto

Modo de preparar: Descasque o mamão verde, retire as sementes e corte em cubos médios, raspe os maxixes e corte-os em 6 partes ou 4 partes, depende do tamanho do maxixe.

Corte os maços de feijão de corda em 3 cm de comprimento. Descasque e corte a cenoura em rodelas finas. Coloque uma panela no fogo, acrescente um fio de azeite, coloque o alho picado, a cebola picada, acrescente o mamão verde refogue, coloque o maxixe, refogue mais um pouco, tempere com sal e pimenta. Coloque 40ml de água, tampe e deixe que cozinhe, quando os legumes estiverem cozidos, coloque a cenoura e o feijão de corda, tampe e deixe que cozinhe por mais dois minutos. Finalize colocando o cheiro verde picado, confirme o sal e a pimenta em pó do refogado.

Suflê de batata doce

Ingredientes:

04 unidades de batata doce cozida sem cascas e amassada

03 ovos (sendo as claras em neve)

½ pimentão vermelho ou amarelo picado

Cheiro verde picado a gosto

Sal a gosto

Pimenta em pó a gosto

Modo de preparar: Coloque o purê de batata doce na bacia, acrescente as gemas de ovos, tempere com sal, pimenta em pó, o cheiro picado, o pimentão picado. Acrescente então as claras em neve. Coloque um pouco da massa de suflê em forminhas untadas com azeite ou outro tipo de óleo, leve para cozinhar no banho maria numa panela no fogão ou no forno. Assim que espetar a faquinha e essa sair limpa estará no ponto.

Depois que você fizer, é só compartilhar nas redes sociais e marcar o Sesc! 

#ParaCopa-JinSesc - Sesc promove semana inclusiva com atividades Paradesportivas

Integração + socialização = começou o ParaCopa-JinSesc 2019! Até o próximo sábado (25), o Sesc realizará uma semana cheia de atividades paradesportivas provendo a inclusão e a sensibilização entre alunos, professores e público em geral. Com jogos, oficinas e palestras, um dos objetivos do projeto é a compreensão das dificuldades enfrentadas pelas Pessoas com Deficiência (PCD).

Durante os cinco dias, diversas atividades serão desenvolvidas com os participantes, e dentre elas estão as competições interclasse de futsal, handebol e voleibol, por exemplo. De acordo com Aldevan Reis, supervisor do desenvolvimento físico e esportivo, as atividades físicas possibilitam novas vivências à população, além de colaborar com a autoestima e inclusão das pessoas com deficiência dentro do âmbito escolar. 

 "O Sesc, diante de sua função social, disponibiliza condições favoráveis para uma ação de sensibilização aos atendimentos voltados à população deficiente", afirmou.

PROGRAMAÇÃO - O evento se divide em três partes: sendo a primeira, a partir do dia 20 (segunda-feira), com intervenção entre os colaboradores, atividades envolvendo cadeiras de rodas em rampas, pisos táteis, muletas e outros equipamentos. Já em um segundo momento, no dia 22 (quarta-feira), a partir das 9h, acontece a abertura oficial dos jogos interclasse. Atividades como capoeira, tênis de mesa, bocha adaptada, voleibol sentado, futebol de 5 e oficina de psicomotricidade, serão ofertadas aos alunos durante os dias 22, 23 e 24, no período da manhã e da tarde.

Para o encerramento do evento, três palestras serão ministradas ao longo da manhã do dia 25 (sábado), das 8h30 às 11h40, para abordar temas como 'a deficiência física e suas possibilidades', patologias e natação para deficientes físicos. O seminário será aberto para toda a comunidade, e totalmente gratuito.

 

Eliakin Rufino representa Roraima no circuito literário Arte da Palavra

O cantor, poeta e escritor Eliakin Rufino, foi escolhido por curadoria nacional do Sesc para representar Roraima no projeto Arte da Palavra - Rede Sesc de Leituras, com seu livro Cavalo Selvagem. O artista é o primeiro do Estado a ser selecionado para participar do circuito e apresentará, por meio de sua obra, a cultura roraimense para diversas regiões do Brasil. 

Nascido em Boa Vista, Eliakin é cantor, poeta, compositor e filósofo. Desde 1984 apresenta no Brasil e no exterior, espetáculos de música e poesia falada. É autor de diversos livros: Pássaros ariscos (1984), Poemas (1987), Escola de poesia (1990), Brincadeira (1991), Poeta de água doce (1993), Poesia para ler na cama (1997), Haikai (2010) e Cavalo Selvagem (2011), escolhido pela curadoria nacional do Sesc para representar Roraima nesta edição do circuito literário. 

Para o artista, sua participação no circuito significa uma oportunidade para apresentar o Estado como um local de produção cultural de relevância. "Sempre digo que meu trabalho é 'desocultar' Roraima e despertar a curiosidade nas pessoas sobre a temática indígena, que é o foco da minha produção. O Sesc, há anos, nos oportuniza fazer isso, preenchendo, muitas vezes, a lacuna cultural deixada pelo Estado. É super gratificante poder levar minha obra e a cultura roraimense para o Brasil", pontuou.

ARTE DA PALAVRA - O Arte da Palavra é um circuito atuante em todas as regiões do país que estimula a formação de leitores e a divulgação de novos autores, além de valorizar obras e escritores brasileiros e as novas formas de produção e fruição literária. Com um circuito de autores e outro de apresentações que privilegiam a oralidade, pretende-se que diversas possibilidades de manifestações literárias sejam contempladas. Como ação de complemento formativo, é oferecido também um circuito voltado para a reflexão e criação literária. 

 

RECENTES

16
Ago2019
Jovem roraimense é selecionado para circuito 'Arte da Palavra' 2020
14
Ago2019
Exposição artística 'Piatai Datai' dá foco às singularidades indígenas
13
Ago2019
Inscrições abertas para etapa Boa Vista do Festival Literário
12
Ago2019
Sesc Amazônia das Artes - segunda semana traz mostra de filmes, show musical e recital
06
Ago2019
Sesc realiza palestra sobre turismo comunitário em Roraima
05
Ago2019
Sonora Brasil abre espaço para música feminina e indígena