Projeto cultural 'Palco Giratório' chega à Boa Vista

Boa Vista recebe entre os dias 11 a 25 de julho, cinco espetáculos de artes cênicas no Teatro Jaber Xaud, localizado no Sesc Mecejana. As apresentações serão com representantes de diversos locais do Brasil, como Pernambuco, Amazonas e Ceará. A entrada para assistir as apresentações será totalmente gratuita.

A maioria das atrações tem classificação indicativa livre, para toda a família, com exceção da peça 'Aquelas', do Ceará, que possui classificação a partir de 14 anos.

Palco Giratório: O Palco Giratório, reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas, intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros, em todos os estados brasileiros, nas capitais e no interior, desde 1998. Muitos desses espetáculos dificilmente encontrariam, sem o apoio do Sesc, viabilidade comercial para apresentações nas diversas regiões do país.

Programação:

11/07 – Espetáculo: Vestido Queimado (AM)

20/07 – Espetáculo: Aquelas (CE)

21/07 – Oficina: "Te escrevo nossos corpos - Trânsito e corpos sensíveis"

23/07 – Espetáculo: Voa (DF)

25/07 – Espetáculo: Tandan (PE)

 

11/07 – Espetáculo: Vestido Queimado (AM):

É uma narrativa fantasiosa sobre a amizade entre duas pessoas. Esse espetáculo é resultado de um projeto de pesquisa cênica que temos dentro da companhia. O Teatro de Papel é uma forma estética e prática de contar histórias que nos interessou bastante, pelo relativo ineditismo na região Norte.

Classificação etária: Livre

Gênero: teatro

Duração: 45 minutos

Horário: 20h

20/07 – Espetáculo: Aquelas (CE): 

AQUELAS remonta a história de Maria de Bil, santa popular da cidade de Várzea Alegre-CE, assassinada em 1926 pelo seu “companheiro”, transformada em mártir, e até hoje é ícone de devoção do povo da região. No espetáculo, que mistura a história da santa com pessoalidades das intérpretes, o público é convidado a participar do preparo de um indigesto jantar envolvendo facas, carne, sangue e outros elementos, oferecidos à mesa com os corpos das próprias atrizes/performers. Uma encenação delicada e cruel que apresenta, através de quadros performativos, um caleidoscópio das diversas formas de violência de uma sociedade machista. 

Classificação etária: 14 anos

Gênero: adulto

Duração: 50 minutos

Horário: 20h

21/07 – Oficina: "Te escrevo nossos corpos - Trânsito e corpos sensíveis"

A oficina/performance tem como objetivo a criação de uma teia de conflitos e provocações, por meio de exercícios sugestionados e cartas coletivas enviadas de uma turma (cidade) para outra, buscando montar um mapa de opressões e urgências que aparentemente são de caráter local mas se universalizam em sua gênese.

Público-alvo: Artistas e estudantes de teatro

Duração: 6 horas

Horário: 20h

23/07 – Espetáculo: Voa (DF)

Livremente inspirado em A menina e o pássaro encantado, de Rubem Alves, Voa percorre o caminho das sutilezas e dos sentidos, tratando de cumplicidade e de saudades, mas principalmente de liberdade. As meninas e os pássaros que habitam o conto brincam, no espetáculo, com muitas possíveis relações de amizade, em ambiências que estimulam a interação do bebê com as luzes, os sons, os aromas e a cenografia. Entre idas e vindas de um pássaro viajante, Voa transgride as noções tradicionais de tempo, de espaço e de amor.

Segundo espetáculo da companhia, Voa estreou em fevereiro de 2017, com absoluto sucesso de público e de crítica. Desde então, vem traçando caminhos de circulação e expansão. Foi o único espetáculo para bebês selecionado para a 18º edição do Festival Internacional de Teatro de Brasília – Cena Contemporânea.

Classificação etária: Livre

Gênero: Teatro para bebês

Amazônia das Artes 2019 - 'Percepções' é tema da Exposição de Gabriel Archanjo (PI)

 

            O projeto cultural 'Amazônia das Artes' apresenta o artista visual e publicitário piauiense, Gabriel Archanjo, para expor seu conjunto de obras: "Percepções". A partir do dia 05 de julho até 03 de agosto, em horário comercial, estarão disponíveis para visitação na Galeria de Artes Franco Melchiorri, localizada no Sesc Mecejana. No primeiro dia de exposição, haverá um bate papo com o autor das produções, totalmente gratuito e com classificação livre.

 

            As produções estão voltadas para reflexões sobre como lidar com a fraqueza e o isolamento diante de questões sociais do atual cenário e época, ressaltando os povos indígenas e afrodescendentes em cada situação. O artista expõe através de pinturas e objetos, o sentimento e as emoções pessoais relacionadas aos temas abordados. Em uma das obras que serão expostas, Cerceados II, retrata um cenário particular do Estado onde nasceu, a singularidade dos povos indígenas, a sua resistência, e com cores fortes representa a violência que já sofreram.

 

            De acordo com Rafael Pinto, técnico em cultura, o 'Amazônia das Artes' é de suma importância por ser um dos maiores fomentadores da arte no país. "Ele colabora para difusão das artes visuais, cênicas e audiovisuais, e todos os Estados da Amazônia Legal indicam seus artistas para divulgar sua arte. Além disso, existe todo um trabalho educativo por trás, como a formação de público, peças de teatro, visitas mediadas, oficinas e sessões de cinema com debates. A gente acredita na educação através da arte e da mediação", contou.

 

            Ao todo, serão 16 composições artísticas disponíveis durante o mês, e ainda é possível solicitar pelo telefone 3212-2800, uma mediação com o técnico em cultura, Rafael Pinto, para uma experiência ainda mais completa.        

 

            Amazônia das Artes: lançado em 2007 com o objetivo de promover a circulação da produção cultural da Região Amazônica. Os Estados que fazem parte do projeto são: Tocantins, Pará, Amapá, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Acre e Piauí como convidado, por ter proximidade geográfica e semelhança na produção cultural.

Recreação - Inscrições abertas para Brincando nas Férias 2019

As férias escolares estão chegando e com isso a preocupação do que oferecer de lazer para as crianças aumenta. O Sesc tem a solução: as inscrições para o Brincando nas Férias 2019 estão abertas - até o dia 28 de junho, e podem ser feitas na academia Sesc, localizada no bairro Mecejana.

Com uma programação diferenciada, neste ano o projeto terá duas turmas: a primeira do dia 1° a 5 de Julho, e a segunda entre os dias 8 e 12. O objetivo é atender cerca de 200 pessoas durante este período, e os participantes poderão atuar em diversas atividades como musicalização, dinâmicas recreativas, aquáticas, artísticas, contação de histórias, jogos cooperativos e muita diversão garantida.

Os valores variam de R$95 a R$175, o pacote inclui alimentação, passeios e atividades. Tudo será supervisionado por uma equipe de cerca de 50 profissionais, contando com professores, brigadistas e técnicos em enfermagem.

A novidade deste ano será a visita ao mini zoológico do Exército, localizado no 7° Batalhão de Boa Vista. No local, as crianças poderão ter contato com a natureza e com os animais, como macacos, jabutis, aves diversas e a atração do local, as onças pintadas. Pais ou responsáveis que tiverem interesse em realizar a inscrição, devem procurar a academia Sesc, localizada no bairro Mecejana. Para mais informações: 3624-9858 ou pelo WhatsApp 98403-4764.

 

RECENTES

16
Ago2019
Jovem roraimense é selecionado para circuito 'Arte da Palavra' 2020
14
Ago2019
Exposição artística 'Piatai Datai' dá foco às singularidades indígenas
13
Ago2019
Inscrições abertas para etapa Boa Vista do Festival Literário
12
Ago2019
Sesc Amazônia das Artes - segunda semana traz mostra de filmes, show musical e recital
06
Ago2019
Sesc realiza palestra sobre turismo comunitário em Roraima
05
Ago2019
Sonora Brasil abre espaço para música feminina e indígena