Caravana do Sesc Comunidade abre calendário com ação no Cantá

A partir desta segunda-feira (25), o Sesc Comunidade dará início ao seu calendário de atendimentos e prestação de serviços em 2019. Neste ano, os primeiros beneficiados pela caravana serão os moradores do município de Cantá, localizado a 37km da capital Boa Vista. Na ocasião, serão ofertadas gratuitamente atividades de promoção da qualidade de vida, entre eles, emissão de carteira do SUS, exames rápidos, odontologia e oficinas.

Com a proposta de oferecer um trabalho social e ofertar diversos serviços gratuitos, o Sesc Comunidade promove a cidadania e qualidade de vida à população dos mais diversos pontos no Estado. Para a realização do Sesc Comunidade e sua circulação no interior do estado, mais de 30 servidores do Sesc estão envolvidos, entre: dentistas, agentes culturais, educadores e demais profissionais da logística. 

A ação será realizada na Escola Municipal Tia Ercília, (localizada na Avenida Renato Costa de Almeida, Centro) e se estenderá até o dia 30. Os atendimentos e atividades ofertadas durante a semana acontecerão de 8h às 12h e das 14h às 18h e no sábado, das 8h às 13h.

Diariamente serão ofertadas 80 consultas odontológicas, na unidade móvel do OdontoSesc; Consultas de enfermagem (aferição de pressão arterial e glucoteste); Testes rápidos de HIV e Sífilis; Vacinação; Atendimento psicossocial; Emissão das carteiras de idoso e do SUS, além de oficinas de Cultura Digital, jogos pedagógicos e cinema. 

Para o presidente do sistema Fecomércio-RR, Ademir do Santos, o Sesc tem o compromisso com o trabalho social, levando serviços onde a demanda estiver. De acordo com ele, além do empenho dos servidores e da estrutura disponibilizada pelo Sesc, as instituições parceiras fazem a diferença nas edições do projeto.

"O nosso desafio diário é de promover uma vida melhor para o nosso público prioritário, que são os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo. Mas acreditamos que podemos fazer mais, atendendo uma parcela da comunidade roraimense com nossos serviços. Melhor ainda quando temos parceiros que entendem a nossa proposta e se juntam a nós", ressaltou o presidente Ademir.

Alto Alegre - Em seguida, o Sesc Comunidade se deslocará para o município de Alto Alegre, localizado a 87 km da capital Boa Vista. A ação será realizada entre os dias 22 e 27 de abril, e contará com o apoio da Prefeitura de Alto Alegre, com a atuação de servidores da saúde, educação e agentes sociais, além da equipe Sesc e seus parceiros.

"A Escola Sesc nos deu potencial para alcançar nossos sonhos", diz aluno aprovado em vestibular da UFRR

       João Lucas, de 18 anos, foi aprovado em História na Universidade Federal de Roraima (UFRR), e disse que a licenciatura era um sonho desde a infância. “Boa parte da minha família é formada por professores e isso sempre me inspirou, queria seguir o mesmo caminho”, disse o aluno.

O atual universitário disse que a escola eleva o potencial de cada um e investe nos alunos para conquistarem os seus sonhos. “O Sesc nos prepara para que possamos entrar com maiores chances nas universidades, a escola nos dá total suporte para alcançar nossos objetivos, o meu era História. Estou  muito feliz pela conquista”, comemorou.

De acordo com Vanessa Pinheiro, gerente de educação da Escola Sesc, a aprovação é um retorno de um investimento que os pais e a escola fazem com alunos para a tão sonhada graduação, e isso é o resultado da dedicação dos alunos e da equipe pedagógica. "Acreditamos que este resultado só eleva o trabalho que fazemos com tanta seriedade, assim podemos constatar que o nosso desempenho gera um efeito positivo na vida dos alunos", declarou.

No decorrer do ano letivo, os estudantes participaram de aulas integrais e preparatórias para o vestibular. Além disso, a escola disponibilizou cursos e oficinas durante parte do dia, para que o conhecimento fosse além da sala de aula.

Vitória Eduarda, foi aprovada em duas graduações de instituições públicas, para engenharia civil e ciências contábeis. A universitária contou que sempre teve o apoio dos familiares, e apesar de muitas dúvidas, conseguiu escolher o curso com apoio dos professores e encontrou a graduação que mais se encaixava em seu perfil.

De acordo com a aluna, para conquistar a aprovação foi necessário disciplina e planejamento. "Por conta do esforço, optei por engenharia civil, e a sensação de dever cumprido foi ótima, pois durante o ensino médio a gente abdica de várias coisas para estudar mais”, apontou.

  Para Vitória, o corpo docente foi fundamental. “Eles não eram apenas professores, foram verdadeiros pais para nós. Passamos muito tempo na escola, então tivemos uma rotina com conselhos, apoio, risadas e choro. Mas no final tudo se resolvia com calma e paciência, coisa que sempre encontrei em todos os educadores".

O Centro de Educação Sesc tem a satisfação de ver os alunos seguindo seus sonhos e deseja boa sorte nesta próxima etapa acadêmica e profissional que se inicia na vida de cada estudante.

 

Confira a lista dos aprovados 2018:

1. Halan Victor - Engenharia Civil - UFRR, Matemática - UFRR, Ciências Contábeis - UERR;

2. Cristiano Pena - Engenharia Civil - Estácio, Engenharia Florestal - UERR, Agronomia - UFRR;

3. Yuri Greco - Educação Física - IFRR e UERR, Geografia - UFRR;

4. Wdson Brito - Engenharia Florestal - UERR, Engenharia Civil - UFRR, Engenharia Química - UFSC;

5. Maria Aldemira - Administração - UFRR;

6. Stephanie Vieira - Zootecnia - UFRR;

7. Anny Vitória - Contabilidade - UFRR;

8.  Lucas Moraes - Matemática UERR e UFRR;

9.  Saymon Gabriel - Ciências da Computação - UERR;

10. Gustavo Pimentel - Ciências da Computação - UERR;

11. Luiz Eduardo - Ciências Contábeis - UERR;

12. Kalyssa Lucena - Ciências Biológicas - IFRR;

13. Vitória Lucena - Ciências Contábeis  - UERR, Engenharia Civil - IFAM;

14. José de Castro - Educação Física - UERR;

15. João Lucas - História - UFRR;

16. Lara Rodrigues - Engenharia de Petróleo - UFERSA;

17. Paulo Drummond - Engenharia Civil - Estácio, Matemática - IFRR e Educação física - UERR;

18. Matheus Carneiro - Direito - Estácio, Direito e Geografia - UFRR;

19. Yolanda Pinheiro - Ciências Biológicas - UFRR;

20. Victória Matos Rêgo - Enfermagem - UERR; e

21. Luiz Victor - Física -UFRR.

No Dia Internacional da Síndrome de Down, colaborador do Sesc conta sua experiência de trabalho

Rafael Cordovil Barbosa, de 25 anos, é colaborador do setor administrativo do Sesc. Ele afirma que a deficiência não foi motivo para limitações em sua vida. "As pessoas precisam compreender que nós conseguimos realizar as tarefas", pontuou.

O jovem que foi admitido em maio de 2018, estudou na Escola Sesc durante toda a sua vida acadêmica, e após a conclusão dos estudos, foi contratado para trabalhar na Formação Continuada, setor administrativo do Sesc. Entretanto, por seu bom desempenho de funções, acaba sendo solicitado para ajudar em outros setores.

'Rafa', como é conhecido por todos, afirma gostar muito do que faz. “É muito tranquilo, levo e corto papeis, auxilio nas capacitações internas, e ajudo as pessoas dos demais setores”, contou. Ele aponta que tem facilidade de aprender, e por isso fica feliz por ajudar diversos setores da instituição. 

Quando questionado sobre o Dia Internacional da Síndrome de Down, afirma que ter um cromossomo a mais não impede ninguém de atuar no mercado de trabalho. "Temos sim condições de trabalhar, e é importante ter este espaço", disse.

Ele mora com a mãe e três irmãos. Um deles, é o caçula, Miguel. É seu fiel companheiro em atividades culturais, uma das paixões de Rafael. Dentre elas estão as aulas de violão e teclado. Além da música, ele ama esportes, como o box, futebol e vôlei, sendo este o favorito.

Os colegas de trabalho apontam que o auxiliar administrativo tem uma marca registrada: os abraços. Bruna Alves, colaboradora do recursos humanos, conta que a presença de Rafael alegra a sala e o cotidiano dos servidores. “Sempre estamos focados em questões burocráticas e em coisas que precisam de bastante atenção, então quando o Rafa chega na sala, ele acaba trazendo a felicidade e esse contato amoroso com a gente”, afirmou.

Dia Internacional da Síndrome de Down - De acordo com o site do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, o Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, faz alusão aos 3 cromossomos no par número 21, característico das pessoas com Síndrome de Down. A data está no calendário oficial da Organização das Nações Unidas (ONU), sendo comemorado pelos 193 países-membros da ONU e tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da luta pelos direitos igualitários.

 

RECENTES

21
Jun2019
Recreação - Inscrições abertas para Brincando nas Férias 2019
10
Jun2019
Atleta roraimense de 17 anos representará Roraima na Copa Pacífico
29
Mai2019
Mesa Brasil realiza oficina de aproveitamento integral de alimentos
27
Mai2019
Sesc reinaugura Estância Ecológica em Tepequém, um dos maiores polos turísticos de Roraima
24
Mai2019
Aprenda como utilizar integralmente os alimentos com receitas do Mesa Brasil
20
Mai2019
#ParaCopa-JinSesc - Sesc promove semana inclusiva com atividades Paradesportivas